Sinais de alerta!!!


Muitos tumores de mama não dão qualquer sintoma. Por isso é importante a mulher esteja familiarizada com a aparência, sensações, formas e texturas de suas próprias mamas para detectar qualquer alteração.

A mulher deve procurar por alterações da coloração, superfície ou textura na pele da mama, ou do mamilo; secreções através do mamilo e aparecimento de nódulos novos. Se tiver dor persistente, apesar de não ser um sintoma relacionada ao câncer, deve-se procurar o médico.

Existe a recomendação para a população normal de que após os 20 anos a mulher deve fazer o auto-exame de mama todo mês e ser examinada pelo médico pelo menos a cada 3 anos. Após os 40, ela deve ser examinada pelo médico anualmente, continuar com o auto-exame mensal e fazer uma mamografia por ano.

O ultra-som de mama pode ser pedido pelo médico para ajudar a avaliar qualquer nodulação anormal. As recomendações mudam se houver fatores de risco associados.

Após a avaliação médica, se há a suspeita de câncer, será pedida a biópsia, que é a retirada de uma amostra de tecido da área suspeita para exame microscópico. Existem vários tipos de biópsias:


- Biópsia por agulha fina ou por aspiração, que usa uma agulha fina.
- Biópsia por agulha fina estereotáxica, que combina radio-x e avaliação do computador para localizar com precisão a área a ser biopsiada.
- Bióspia cirúrgica, que tira maiores quantidades de tecido e pode se retirar parte do nódulo (biópsia incisional) ou todo o nódulo (biópsia excisional).


Somente uma avaliação microscópica do material (anátomo-patológico) é que confirma se é câncer ou não.

Portanto mulherada, não percam tempo, porque tem po é vida! Cuidem-se sempre para viver mais e mais!!!

Super beijo!

Voltar para: Home - Câncer de mama

Nenhum comentário:

Leia mais sobre: