Ética na Dança do Ventre

Olá!!
Sentei para escrever essa postagem e voltei no tempo. Em minha faculdade de pedagogia eu e minha amiga Elaine fizemos nosso trabalho de conclusão sob o tema "Ética e Cidadania". Tempo de ouro aquele. Muito bem aproveitado.

Bom, mas estamos aqui para falar sobre a Ética na Dança do Ventre.
Primeiramente o que se entende por Ética?

"A palavra Ética é originada do grego ethos, que significa modo de ser, caráter."

Agora, como se dá a Ética dentro da Dança do Ventre? A Ética dentro da Dança do Ventre, se dá pelo conjunto de regras de conduta das bailarinas entre si e para com seu público e suas alunas. O que na prática seria:


A ética das bailarinas entre si
Consideramos falta de ética para com outras bailarinas dançar sem cachê ou com valor abaixo do mercado, pois isto causa uma desvalorização do trabalho artístico, criando uma concorrência desleal, o que prejudica todas as outras profissionais. O que acontece muito no mercado de trabalho é que algumas bailarinas recebem promessas variadas (sucesso no futuro, shows etc.) de falsos empresários, que têm o único intuito de explorá-las comercialmente. Cuidado com falsas promessas. Não se iludam com palavras bonitas e um belo sorriso.

A ética da professora para com suas alunas
Existem professoras que, por insegurança, não passam informações completas e corretas às suas alunas, bem como aquelas que evitam que suas alunas conheçam os trabalhos de outras profissionais. Isso, além de prejudicar o desempenho de suas alunas, que necessitam conhecer outros estilos, prejudica também a própria professora, que não cumpre o seu papel de mestra. Como diria Gibran Khalil Gibran, as pessoas que compartilham seus conhecimentos são agraciadas porque confiam plenamente na fartura que a vida lhe proporciona.



A ética da bailarina para com seu público
A postura da bailarina é muito importante. Ela deve ter uma sutil sensualidade em seus movimentos, com muita delicadeza e simpatia no trato com o público. Certos exageros e gestos muito próximos são dispensáveis. Nada de aceitar dinheiro ou deixar alguém te passar a mão. Isso é triste, é ridículo mas acontece. Ao lado um exemplo e abaixo um vídeo da bailarina Ansuya, uma verdadeira diva!! Prestem atenção no que o senhor empolgado faz e a reação da bela bailarina. Vendo essa foto eu, que não sou uma bailarina profissional, apenas faço aulas e danço por paixão, sinto uma imensa vergonha. É constrangedor olhar uma linda bailarina e uma mãozona quase que se apoderando do seu decote. Pelo amor de Deus meninas... procurem evitar isso. Jamais deixem que isso aconteça. É uma atitude que degride a imagem da bailarina.

Eu considero a Ética na Dança do Ventre então, como sendo o respeito mútuo entre professoras e alunas, bailarinas e público, o não exagero, a não vulgaridade, afim de se ter uma dança íntegra e acima de tudo ser apreciada e reconhecida como excelente profissional. E você? Como vê a Ética na Dança do Ventre?

Beijokas de muita luz para todos!!!


2 comentários:

Lu disse...

O video que vc postou tem contexto e não se encaixa no tema - http://dwp.bigplanet.com/saroyan/chroniclescover/

Bjs.

Dalarmi Belly Dance disse...

Olá Lu! Obrigada pelo comentário. Respeito muito sua opinião no entanto não concordo. Acredito que a bailarina Ansuya demonstrou claramente como se desvencilhar de certos momentos inusitados que encontramos na dança... alguns citados e exemplificados acima. Abraços.

Leia mais sobre: