Lulu Sabongi - Uma grande estrela!


Lulu Sabongi iniciou seus estudos em 1983 com Sherahzad, armênia residente no Brasil, com quem aprendeu os princípios da dança oriental. Esta foi sua única professora no Brasil e uma fonte de incrível inspiração sempre.


Em 1985 as primeiras apresentações na Khan el Khalili – egypt, em São Paulo.Este também foi o ano do seu casamento e uma parceria que duraria 21 anos,durante os quais, esteve a frente do ensino e da qualidade artística da casa, construindo a estrutura técnica e o estilo hoje em dia reconhecido em todo o Brasil

Em 1990 iniciou a carreira como professora, dentro da Khan el Khalili. Lá também nasceria a escola que hoje detém a tradição incontestável de um alto nível em ensino e qualidade dentro da dança oriental em nosso país. Desde o inicio a criação das aulas e do conteúdo didático sempre esteve a seu cargo. A partir daquele momento duas empresas caminhavam juntas. Khan el Khalili egypt e Lulu Sabongi Eventos. Ambas conectadas por laços comerciais e também afetivos já que os sócios eram marido e mulher e desenvolviam o trabalho juntos.

Em 1992 realizou a primeira viagem aos USA em busca de maior conhecimento e contato com novos professores. Teve aulas com Ibrahim Farah e Anahid Sofien.

Em 1993, uma grande festa na Khan el Khalili para celebrar os dez anos de dança, com a presença de um público estimado de 400 pessoas, reuniu na Khan el Khalili o maior grupo de pessoas interessados na dança até então.

Em 1993 gravou o primeiro vídeo didático de dança do ventre no Brasil. Lançado pela Livraria Hórus, a convite de seus fundadores, Lea e Jean, como sendo o primeiro vídeo de uma série explorando as danças sagradas do mundo. Neste primeiro trabalho os integrantes foram: Lulu Sabongi, Lea e Jean, e José Roberto Prazeres


Após o primeiro vídeo uma longa coleção teria início. Em 1995 após o nascimento de seu segundo filho, o lançamento de mais 3 vídeos didáticos sobre a dança. Sob a direção da cineasta Kátia Mesel e edição de Jorge Sabongi, na época seu sócio e também marido.

Em 1997, realizou curso com o coreógrafo Ghassan Fadlahlah, solista do grupo Caracalla, em viagem ao Brasil a convite de Fadua Chuffi.


Em 1998, lançamento de uma coleção de 17 vídeos didáticos, envolvendo os mais variados temas dentro da dança oriental, desde estilos até conteúdo rítmico. Um trabalho de larga escala com convidadas de todas as partes do Brasil. Todas as bailarinas convidadas sem exceção, eram suas alunas e naquele momento já profissionais na área da dança. O evento reuniu profissionais e amadoras.

Em 1998 realizou sua primeira viagem ao Egito em busca de maiores conhecimentos técnicos e crescimento. Aulas com Rakia Hassan, Shallaby, Mahmoud Redá. Realizou nesse ano ainda, uma grande festa comemorando seus 15 anos de dança, no clube Syrio Libanês em São Paulo. Com música ao vivo a festa trouxe um público de 1300 pessoas para a celebração.

Ainda em 1998 realizou workshop no Brasil com Shorkry Mohamed, coreógrafo egício vivendo na Espanha Madrid.

No ano de 1999, inicia o processo das viagens internacionais. Primeiro país visitado foi Suécia, como estudante de um curso dado por Morroco. Primeiros contatos internacionais e convites para trabalhar na Europa. Neste mesmo ano primeira viagem a Noruega, tendo Bergen como cidade principal a convite de uma amiga pessoal de longa data Claudia Carlsen. Foi esta pessoa também quem produziu seu segundo website. O primeiro foi criado e desenvolvido por Jorge Sabongi, então seu marido e parceiro.


Ainda em 1999 realizou curso com Mohamed Shokry em Barcelona, e performance na mesma cidade a convite da bailarina e coreógrafa Devora Korek.

Em 2000 criação da Pré Seleção Khan el Khalili. Juntamente com Jorge nasce a idéia de criar um processo seletivo, para alavancar a qualidade e homogeneidade da dança em todo o país. Decidiram criar a possibilidade de reconhecer através de um processo justo e baseado em critérios pré estabelecidos, as pessoas que estudam e desenvolvem seu trabalho preocupadas em manter a autenticidade e alta qualidade em dança oriental em nosso país. Todos os anos recebem material das mais diversas áreas do Brasil, num total de 150 dvds, a serem analisados um a um. Posterior a esta análise, cada participante recebe uma avaliação pessoal sobre sua performance e conhecimento em dança. Os critérios técnicos de avaliação nasceram a partir do desenvolvimento de sua metodologia própria aliados ao caráter artístico da dança, desenvolvido dentro da Khan el Khalili. Realizou Workshops na Noruega, Bergen e Stavanger. Workshop com Rakia Hassan no Brasil.

Em 2001 Noruega, Bergen Stavanger e Oslo.
Em 2002 Primeira visita ao Festival egípcio Ahlan wa Sahlan. Convidada a se apresentar na festa de encerramento do festival juntamente com suas parceiras de trabalho no Brasil , Shahar el Badri( residente hoje em Londres) e Soraia Zaied. Ambas eram neste ponto professoras de sua escola no Brasil, que então já contava com mais de 350 alunas.

Ainda em 2002 – aulas com Mo Gedawi, Mr Faruk, Zaza Hassan, Rakia Hassan, Dina, Randa, Mam Freizz, Newen Ramez, Hassan Afifi, Ashraf Hassan e outros professores no festival.

Em 2003 realizou viagem ao Egito para aperfeiçoamento. Aulas particulares com Aida Nour, Farida Fahmy, Mahmoud Redá, Dandash e completando 20 anos de atuação em dança, um grande evento no Memorial da América Latina, celebraria o encontro de mais de 400 bailarinas no palco. Convidadas de todo o Brasil, escolas e profissionais ligadas ao seu nome, estiveram presentes no evento que reuniu 1600 pessoas. Gravado em dvd e a disposição desde então. O maior evento artístico envolvendo a arte da dança do ventre no Brasil. Workshops na Islândia, Espanha e Argentina.


Em 2004 Festival no Egito convidada como professora do Ahlan wa Sahlan. Aulas durante o festival com todos os professores atuantes.


Em 2005 e 2006 Festival Nile Group - Cairo.

A partir de 1999 com as viagens internacionais, um novo ciclo de trabalho se desenvolveria e novos países foram adicionados a lista de visitas anuais.



Como os cursos acontecem em partes diferentes do mundo e anualmente vale citar apenas os lugares, pois a maioria deles hoje faz parte de uma agenda anual constante.


Países onde Lulu ministrou cursos regularmente desde 1999, ou se apresentou.


1. Argentina – Buenos Aires e Tucuman
2. Chile – Santiago e Antofagasta
3. USA- Nova Iorque, Danbury, Chicago, Miami, Los Angeles
4. Canadá - Quebec
5. Egito – apenas por ocasião de festivais – Cairo e Sharm el Sheikh
6. Islândia - Reyjavik
7. Noruega – Stavanger, Bergen, Sandfjord e Oslo
8. Suécia - Estocolmo
9. Dinamarca
10. Portugal- Lisboa
11. Espanha- Barcelona, Madrid e Palma de Maiorca
12. Itália- Torino
13. Áustria- Spittal Drau
14. Alemanha – Berlim, Bielefeld, Saarbrücken, Ingolsdat, Nürnberg,Ulm e Frankfurt
15. Suíça – Weggis e Zurique
16. França- Paris e Marselhe
17. República Checa - Praga
18. Japão – Tóquio e Fukuoka
19. Eslovênia (2009)
20. Reino Unido (2009)
21. Irlanda ( 2009)

22. Grécia (2009)
23. Escócia (2009)
24. Brasil, por todo o território nacional

Lista dos professores que jamais serão esquecidos, por fazerem no passado e no presente parte da sua vida.


• Sherahzad
• Farida Fahmy
• Mahmoud Redá
• Rakia Hassan
• Morroco
• Ibrahim Farah
• Anahide Sophien
• Ghassan Fadlahlah
• Amany
• Dina
• Aida Nour
• Souhair Zaki
• Mona Said
• Najwa Fuad
• Ibrahim Akef
• Mr Farouk
• Zaza Hassan
• Ashraf Hassan
• Hassan Afifi
• Shalaby
• Gamal Seif ( my actual partner in dance and projects)
• Khaled Seif
• Momo Kadouss
• Shokry Mohamed
• Mohamed Shahin
• Hussein

• Mo Gedawi
• Newen Ramez
• Freizz
• Ahmed Fekri
• Yousri Sharif
• Mohamed Kazafy
• Khaled Mahmoud
• Randa Kamel
• Lucy
• Sahara Saeda



Dentre os professores que nunca encontrou pessoalmente mas que também sempre foram fonte de estudo, através de vídeos e dvds, destaca:


• Fifi Abdo
• Naima Akef
• Samya Gamal
• Nadia Gamal
• Zizi Mustapha
• Nelly
• Nadia Hamdi
• Rendia
• Taheya Carioca


Apesar de estudar estes professores apenas através de seus trabalhos, o impacto causado por isso pode ser notado na dança e presenciado de fato. As fontes de obtenção de conhecimento são inúmeras, basta o desejo e o empenho, o resto se manifesta naturalmente.

Assista alguns vídeos de Lulu Sabongi!










Nenhum comentário:

Leia mais sobre: